Carregando...

Falta de vitamina D causa queda de cabelo

A vitamina D, uma das vitaminas mais estudadas pela ciência nas últimas décadas, tem demonstrado cada vez mais importância para a saúde humana. Além das crescentes descobertas sobre seus benefícios, os impactos da deficiência dessa vitamina também têm surpreendido. Uma das mais recentes revelações é que a falta de vitamina D pode causar queda de cabelo, mas será mesmo? Veja, a seguir, o que a ciência já sabe sobre essa relação!

Qual é a relação da vitamina D com a queda de cabelo?

Essa relação começa pelo fato de que a vitamina D é metabolizada na pele pelos queratinócitos. A principal função dos queratinócitos é produzir queratina, que é uma proteína fibrosa que compõe a maior parte do cabelo.

Alguns estudos e pesquisas expõem que quando o organismo não possui vitamina D suficiente, os queratinócitos nos folículos capilares enfrentam problemas para regular o crescimento e a queda do cabelo. Em outras palavras, sem vitamina D, as células do cabelo não conseguem regular o processo de crescimento, repouso e queda dos fios. Sem esse estímulo apropriado dos folículos capilares, o cabelo pode vir a cair.

Então, é verdade que a falta de vitamina D causa queda de cabelo?

Na verdade, o que ocorre é que a falta de vitamina D pode contribuir para a queda dos fios. Afinal, diversos estudos mostram que a queda de cabelo pode ter muitas causas - e a carência de vitamina D representa um dos fatores que contribuem para que isso ocorra.

Um achado científico bastante relevante sobre isso, é que a carência dessa vitamina é comumente encontrada em pacientes com diferentes tipos de alopecia não cicatricial. Esse tipo de alopecia se caracteriza pela disfunção do processo de crescimento e queda dos fios, sem destruição do folículo piloso. Isso poderia sugerir o seu potencial papel na patogênese da queda de cabelo.

Um outro estudo verificou que a queda de cabelo é um problema que pode ocorrer como consequência da falta de vitaminas e minerais, incluindo a vitamina D. Sendo assim, o estudo sugere que a queda pode ser melhorada com a suplementação dos nutrientes que estão em falta.

Como saber se estou com deficiência de vitamina D?

A maneira mais certeira para saber isso é por meio de um exame de sangue, pois, às vezes, a falta de vitamina D não causa qualquer sintoma e pode passar despercebida. Entretanto, com o passar do tempo, se os níveis forem diminuindo progressivamente, diversos problemas de saúde podem ocorrer.

Os possíveis sinais e sintomas da falta de vitamina D incluem:

  • queda de desempenho físico;
  • desenvolvimento de doenças autoimunes;
  • infecções respiratórias frequentes;
  • sistema imunológico enfraquecido;
  • perturbação das funções cognitivas;
  • problemas de humor;
  • problemas ósseos;
  • fraqueza muscular;
  • fadiga.

Onde encontrar vitamina D?

A vitamina D pode ser obtida por meio de 3 fontes: exposição solar, alimentos e suplementos.

O sol é a "fonte" mais conhecida de vitamina D. Quando em contato com a pele, os raios UVB estimulam a síntese dessa vitamina endogenamente. No entanto, diretrizes internacionais de saúde ressaltam que a estação do ano, hora do dia, nuvens, poluição atmosférica, teor de melanina na pele e protetor solar estão entre os fatores que interferem na exposição aos raios de sol e também na síntese de vitamina D.

Sobre as fontes alimentares, poucos alimentos contêm vitamina D naturalmente. As principais fontes alimentares dessa vitamina são:

  • peixes gordurosos como salmão e atum;
  • fígado bovino;
  • gema de ovo;
  • cogumelo;
  • queijos gordos;
  • alimentos fortificados como leite, suco de laranja e cereais

Atualmente, os suplementos de vitamina D são extensamente buscados como uma alternativa prática e fácil de suprir as necessidades dessa vitamina. Há diversas doses de suplementos de vitamina D disponíveis - e a dose mais adequada vai depender de diversos fatores que devem ser avaliados pelo médico ou nutricionista.

O fato é que, quando o assunto é queda de cabelo, quanto mais cedo os sintomas forem abordados, maior a probabilidade de evitar perdas muito dramáticas de cabelo. Portanto, procure investigar se há carência de vitamina D presente porque isso pode contribuir para a queda dos fios.

Conteúdo escrito por Rafaela Galvão, publicitária pela ESPM-SUL e estudante do 7˚ semestre de nutrição na Unisul. Desenvolve projetos de comunicação e produção de conteúdo para a área da saúde desde 2016.

Gostou?

Então bora se vitaminar!

Você ganhou um super presente!

Olá, tudo bem? Seja bem-vindo(a) a Oh Minhas Vitaminas. Você recebeu o convite de um amigo(a) para nutrir o seu corpo com os melhores ativos. Por isso, você ganhou 30% de desconto no seu primeiro pedido. Basta escolher os seus produtos e ver o seu desconto na etapa de pagamento. Qualquer dúvida fale com a nossa equipe através do chat.